segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

TERRA QUERIDA


Minha terra já foi Várzea
Grande minha terra é,
Do Rio Coreaú, onde bebiam os curiás
Nas suas margens a gorjear.

Minha terra já foi Palma,
Na minha palma minha Palma vive,
Palma de muitos amores,
Coreaú de tantos primores.
Terra de Nossa Senhora
Piedade também há,
Onde cantou o curiá.

Nossas ruas são pacatas,
De um povo manso e tranqüilo,
De uma gente trigueira,
Do branco, do negro, do índio,
Matriz da nação brasileira.

Minha Palma já foi Várzea,
Grande palma do coração,
Coreaú dos curiás,
Que nas margens desse rio
Viviam a gorjear.

Permita Deus que eu possa
Ver o belo rio,
Que um dia teve vida
No canto do curiá.
Quero ver em suas águas
A luz do sol brilhar
E que um dia os curiás,
Nas suas margens, voltem a cantar.
(Davi Portela) 
Postado por RM no Foco

Nenhum comentário: