sábado, 7 de agosto de 2010

DIA DOS PAIS EM VERSO E PROSA



Pai.....

Observando o presente
Me transporto ao passado,
Tudo está se repetindo...
Vendo o meu filho ao seu lado
Eu estou me enxergando
E um filme vejo passando,
Me deixando emocionado.

Assim posso relembrar,
No cinema do destino,
Como eu era feliz
No meu tempo de menino,
Sempre andando ao seu lado,
E como eu era amado...
Hoje estou só assistindo.

O tempo nos faz mudar...
Não sei porque é assim.
Aquele nosso convívio,
Hoje é lembrança pra mim,
O meu tempo de criança
Hoje é uma herança
Que meu filho herdou de mim.

A inocência da infância
Nos traz mimo e proteção,
Quando ficamos adultos,
É outra situação,
Ninguém mais quer proteger,
Cada um vá resolver
Sua própria confusão.

A proteção que havia,
Com o passar do tempo vai
Se transformando em apoio,
E o filho de casa sai...
Restando só os conselhos,
Por isso que me espelho,
No seu exemplo, meu pai.

O seu neto, hoje é meu filho,
Me vejo no seu lugar,
E já posso te entender,
Não posso mais lhe culpar,
Pela preocupação...
E por minha proteção,
Chegava até brigar.

Hoje eu sei o que é ser pai..
E posso assim definir
Ser pai é ter vida dupla
É razão de existir
Pra dar vida a outro ser
Que faz parte de você
Ser pai é se dividir

Hoje os meus cabelos brancos
Se confundem com os seus
Vivemos o mesmo tempo,
Seus problemas são os meus...
Não sou mais seu protegido,
Hoje sou mais, seu amigo
E irmão.. filhos de Deus.

Hoje caminho sozinho
Não tenho mais tuas mãos
Que sempre me conduziam...
Mais digo de coração:
Obrigado por ser assim...
Pelo amor que tem por mim,
Por meu filho e meus irmãos.

Autor: Desconhecido

Nenhum comentário: