quinta-feira, 30 de junho de 2011

PEDRÃO FAUSTINO UMA FIGURA COREAUSENSE


Pedro Faustino era uma espécie de Serginho Chulapa de Coreaú. Biriteiro, pescador, malandro (no bom sentido), boêmio e boleiro. Com a bola nos pés era um príncipe. Lembro do Pedrão no Campo da Lagoa. Quando arrancava pela ponta direita, deixava meio time adversário preocupado. Geralmente saía dali um lançamento preciso. Se Pedrão lembrava Serginho Chulapa no porte físico e no temperamento, com a bola nos pés lembrava o Batista (ex-jogador do Internacional de Porto Alegre). Pedrão era um poeta, uma daquelas figuras que se fazem sentir pela sua complexidade. Como diziam coisas do Pedrão! E como ele valorizava sua malandragem incurável... Pedro Faustino, um homem como tantos outros, deus e diabo nas terras da Palma...

Fonte: Coreausiara

Um comentário:

DR. FRANCIMOR disse...

Lembro-me que certa feita tive de defender o Pedrão, nos autos de um processo criminal, pelo fato do mesmo ter sido flagrado com uma enorme peixeira. Graças a sua sapiciência e jogo de cintura conseguiu convencer ao juiz que aquela arma era somente objeto de trabalho seu, pois vez por outra trabalhava como ajudante de marchante no Mercado público. Coube a defesa somente ratificar aquele jogo de palavras do velho "malandro", e não deu outra, o mesmo fora absolvido. Quem quiser ter acesso a sentença absolutória, favor pedir ao Fernando Deda.

Dr. Francimor